Kölner Dom, uma gótica nada suave

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Majestosa em seus 157m de altura, a catedral Kölner Dom é o ponto turístico mais visitado da Alemanha e a maior catedral gótica do norte europeu. Ela começou a ser construída há quase 800 anos e teve suas obras finalizadas seiscentos anos depois, mas tem a fama de ser “eternamente inacabada”.

Como se todo o seu tamanho e beleza gótica não fossem suficientes, saber que ela sobreviveu intacta à 2a Guerra Mundial, aguentando 70 bombardeios aéreos, impressiona. Kölner também guarda as relíquias da morte (imagina se fosse? haha) dos Três Reis Magos, aqueles mesmos dos contos natalinos e da bíblia. O interior é tão surreal quanto o seu exterior, e não precisa ser religioso pra se sentir uma formiguinha e sentir um respeito enorme dentro desse lugar. Fiquei desejando assistir a uma missa lá para ouvir o órgão em ação.

Gostei muito das fotos que tiramos, mas nenhuma se equipara a 1/3 da sensação em vê-la pessoalmente, é uma atmosfera impossível de replicar. Recomendo muito a visita para quem pretende conhecer uma parte da Alemanha, preferencialmente durante o inverno – o frio e o céu nublado combinam tanto com a estética dela. ❤ Pode até ouvir Lacrimosa junto que ninguém vai te julgar não.

As fotos ficam (um pouco) maiores, é só clicar sobre elas. :)

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom DSC_0862 Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Foto por Eduardo Shiota - @shiota

Foto por Eduardo Shiota – @shiota

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Paula Abrahão | Blog - Kölner Dom

Foto por Eduardo Shiota - @shiota

Foto por Eduardo Shiota – @shiota

28h em Köln

PaulaAbrahao-KolnCover

Semana passada pulamos em um trem na Amsterdam Centraal Station e fomos conhecer um pedacinho da Alemanha, finalmente. Escolhemos Colônia pelas famosas feirinhas de natal e inverno, e estávamos totalmente alheios ao fato de ser a quarta maior cidade alemã. Fui achando que era tipo Campos do Jordão e levei uns tapas de realidade na cara, Colônia é super cosmopolita!

Chegamos no começo da tarde de quinta e fomos embora 28h depois, o suficiente para ver quase todas as feiras, comer horrores, visitar uma dm (rede de farmácias alemã super barata e com uma marca própria incrível, a Balea) e morrer de amores pela catedral gótica Kölner Dom. Parece que abriram um portal e colocaram ela lá no centro, de tão imensa e surreal que é.

Almoçamos joelho de porco frito com batatas e uma porção de linguiça de sangue, acompanhados pela cerveja local, Früh Kölsch, em um restaurante pertinho da catedral, chamado Cölner Hofbräu Früh (quanta trema no mesmo nome). E claro que teve strudel de sobremesa, ainda veio nadando em uma piscininha de creme de baunilha, yum. <3 Menções honrosas para os três hotdogs e para o Grünkohl mit Krakauer (couve cozida com batatas e linguiça) que devoramos entre as feirinhas. Teve glühwein também, o bom e velho quentão pra esquentar o corpo do frio – e vinha com canequinhas colecionáveis.

Em nossas últimas horas de Colônia, aproveitamos para ir ao museu do chocolate. Quer dizer, ir à loja que fica ao lado do museu, já que o foursquare nos disse que os €8 de entrada por pessoa não valiam a pena. Resolvemos juntar esses euros e gastar tudo em chocolates Lindt. Uma escolha gloriosa, eu diria. :D

Essa viagem foi boa para eu perceber como meu holandês já está aceitável, aliás. Na falta do alemão, me peguei formulando frases em holandês para tentar conversar com as pessoas, trocando os “eine” por “één” no restaurante… não é tão mal, né?

Foi pouco, mas foi o suficiente para me apaixonar pela Alemanha e já querer voltar várias vezes.

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Em um relacionamento sério com o glühwein

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

Paula Abrahao | BLOG - 28h em Colônia, Alemanha

[6 on 6] Sinterklass en Kerst

6 on 6 - Dezembro

O tema do Projeto 6 on 6 em dezembro não poderia ser outro: natal! Através de seis imagens, vamos mostrar um pouco das diferenças culturais da celebração em diferentes países europeus. Aqui na Holanda são duas celebrações diferentes, uma no começo e outra no final do mês. 

Toda aquela tradição de trocar presentes e das crianças esperarem pelo “papai noel” aconteceu ontem em uma celebração chamada Sinterklaas. Só que o Papai Noel, no caso, é São Nicolau (Sint Nicolaas), que chega da Espanha em um navio à vapor com seu cavalo branco (what the actual fuck, eu sei) no dia 05/12 e passa deixando presentes e guloseimas para as crianças que se comportaram durante o ano (e/ou deixaram feno, cenoura ou cubos de açúcar para o Amerigo, o cavalo branco em seus sapatinhos posicionados à beira da lareira ou porta de casa). Ele também chega com um ajudante extremamente polêmico, o Zwarte Piet — que há anos rende brigas acaloradas nesse pequeno pedaço de terra que é a Holanda.

Vale dizer que o Nico (já tô amigona do cara) foi um bispo considerado patrono das crianças (e dos marinheiros!) e também é considerado o “pai” da famosa imagem de Papai Noel que circula pelo mundo atualmente. Depois que ele volta para a Espanha com o Amerigo, o Piet e o barco a vapor, chega a hora de preparar a casa para o Kerst, celebrado nos dias 25 e 26 do mês.

A árvore decorada não era uma tradição original da data, mas pode ser vista em muitas casas. Aquela plantinha vermelha linda (e ridiculamente tóxica para gatos #fuén), bico de papagaio, também é usada nas decorações e já está sendo vendida em mercados e floriculturas por toda a cidade. Os dias 25 e 26 aqui são dedicados a comer com a família, fazer gourmetten (sabe raclete?), ir à missa, comer mais um pouco e descansar.

E em meio a tudo isso, tem vários docinhos e comidas típicas, ruas decoradas e o frio do inverno para deixar a temporada perfeita. Tentei captar um pouco a sensação do que é passar meu primeiro natal de fato aqui, podendo curtir cada aspecto das comemorações. A única parte chata é que só a partir de hoje, 06/12, que a cidade realmente começa a entrar no clima de Natal, então não consegui pegar muita coisa legal. Mas fiz o possível pra mostrar o que é Sinterklaas.

E não deixem de ver como é a celebração na Irlanda, Inglaterra, Portugal e Noruega – a Nicole (França) infelizmente teve que sair do projeto, então esse mês seremos “5 on 6″. xD

Taís | LollaRitaSarah

Paula Abrahao | BLOG - Sinterklaas & Kerst

Chocoladeletter e Kruidnoten (cookies de especiarias): mimos do Sinterklaas

Paula Abrahao | BLOG - Sinterklaas & Kerst

Feirinha de inverno no centro da cidade

Paula Abrahao | BLOG - Sinterklaas & Kerst

Paula Abrahao | BLOG - Sinterklaas & Kerst

Zwarte Piet, o ajudante de Nicolaas

Sapatinhos (de papel) esperando os docinhos

Sapatinhos (de papel) esperando os docinhos

PaulaAbrahao-Kerst6

Novembro musical

Paula Abrahão | BLOG - Novembro Musical

Estava esperando tão ansiosa por Novembro que nem percebi ele chegando e já indo embora. Foi um mês glorioso no aspecto musical, em apenas duas semanas fomos a dois shows inesquecíveis e um que já virou tradição de família – se emendar com a última semana de Outubro, então foram quatro eventos memoráveis.

Vim compartilhar alguns vídeos desses momentos, vai que vocês gostam e se interessam também. :)

The Gathering – 25 Years of Diving Into the Unknown

Uma das minhas bandas holandesas favoritas celebrou seus vinte e cinco anos de existência em um show super especial, com a participação de quase todos os antigos membros – incluindo a amada Anneke van Giersbergen. Imaginava que iria me emocionar, mas fizeram questão de abrir a noite apenas com minha música favorita do TG (e uma das favoritas da vida). Nas primeiras notas eu já estava em lágrimas, é um dos shows que vão ficar marcados pra vida toda.

Musicals in Concert 2014

Sinceramente eu nem sei o que dizer sobre o MiC, de tão incrível que foi. É um dos eventos mais aguardados em Amsterdam todo o ano, e os ingressos esgotam em horas. Basicamente juntam vários artistas de teatro musical holandeses na melhor arena da cidade, cantando musicais famosos (em inglês e holandês), com backing vocals, banda e mini orquestra junto, e 17 mil pessoas acompanhando na plateia.

Teve Disney (Rei Leão, A Bela e a Fera, Aladdin, Tarzan), Fantasma da Ópera, Mamma Mia, Wicked, Frozen, Glee, várias outras montagens, fogos, uma “mini balada” pra encerrar, e também o maior karaokê que já participei na minha vida – cantando Queen, obviamente. Só vi tanta empolgação assim nos holandeses durante a Copa do Mundo e partidas do Ajax, o time local. Clica ali no vídeo pra ouvir minha Elphaba favorita – e tem mais três vídeos do Musicals in Concert no meu canal. ;)

Video Games Live

*pulem o vídeo para 1:15min, quando começa de fato a música  ^^*

O VGL é um projeto que pega música de games, guitarras, uma orquestra e um coral, joga tudo em cima do palco, e leva nerds à loucura ao redor do mundo inteiro. Fui em todas as edições em São Paulo desde 2009, e esse ano foi a primeira vez que Tommy Talarico trouxe o projeto para Amsterdam.

Já tínhamos ouvido praticamente todo o setlist em edições anteriores, e sentimos MUITA falta da platéia brasileira, extremamente fanfarrona e divertida, gritando antes, durante e depois de todas as músicas – além de gritar “leroooooooy jenkins” sempre que possível. Se não me engano a turnê 2014 passa pelo Brasil agora em dezembro, então se você gosta de música (d)e games, não perca a chance. E grite por mim, faz favor. :D

Tracks Halloween Edition

Esse foi no finalzinho de Outubro, uma apresentação especial de Halloween no Het Concertgebouw de Amsterdam com um quarteto de cordas. Três violinistas e uma violoncelista interpretaram músicas clássicas com uma pegada mais sombria, acompanhadas por efeitos visuais e por quatro menininhas vestidas exatamente iguais às moças do quarteto. Além de apresentar e ambientar a noite, contando algumas histórias inventadas sobre cada ato, as crianças ainda fizeram participação especial cantando bizarros “lalalalas” e gritando no meio das músicas. Creepy as fuck é a definição perfeita.

Links da Semana #13

Paula Abrahão | BLOG - Links da Semana #13

Vamos abrir a primeira semana de Dezembro com links legais? Selecionei alguns posts que li recentemente para compartilhar com vocês em mais um Links da Semana, e dessa vez tem até freebies. Espero que gostem! E não esqueçam: se tiver algum outro post pra indicar, deixa aqui nos comentários. ;)

How to buy less and stop overspending (Into Mind) – Esse ano foi cheio de aprendizados para mim, e um dos maiores foi saber controlar meus impulsos consumistas. A mentalidade foi “comprar menos e melhor”, focando em coisas que eu realmente preciso e/ou tenham uso no meu cotidiano. Esse post do maravilhoso blog Into Mind dá alguns direcionamentos importantes nesse sentido, recomendo muito a leitura.

5 Dicas para fotografar melhor com o celular (Primeira Esquerda) – Às vezes é tão mais prático fotografar com o telefone do que andar com uma câmera pesada por aí, né? A Lu Testoni deu algumas dicas básicas, porém essenciais, para tirar o melhor proveito do seu telefone. Na verdade são dois posts nessa série, então além de clicar no link anterior, clique aqui também. ;)

Create for your friends, not your critics (Jenny Purr) – Não lembro como cheguei nesse post, mas veio à calhar. Já deixei de fazer algumas coisas para “evitar falatório alheio”, e depois fiquei me perguntando pra que exatamente fiz isso. Haters gonna hate de qualquer jeito, mas eles não podem te impedir de fazer o que você quer ou gosta.

Coleção de brushes para blogs (Mrs. Goldenberry) – A Giu criou um set fofíssimo de brushes para usar nas suas fotos e artes do blog, todos desenhados à mão e gratuitos. 

Wallpaper “Do Epic Shit” (Sernaiotto) – Difícil segurar esse forninho de maravilhosidade chamado Lominha, viu. Dessa vez ela criou um wallpaper para desktop e telefone com uma mensagem motivacional e fundo floral. Achei tão lindo que já estou usando as duas versões – e já vi que a Bárbara também! ❤   

Posts meus linkados em outros blogs

» Além de estar com um layout novo incrível, a Vic (Borboletando) compartilhou a receita do Crumble de Ameixa com Amêndoas esses dias e ainda prometeu testar uma versão sem lactose. <3 

» Contribuí com dois posts para o Chicken or Pasta nas últimas semanas: Quantos idiomas os europeus falam? e Primeiras impressões de Moscou. Não deixem de conferir também e depois me contem se gostaram. :)

Cabelo Roxo com Manic Panic

Paula Abrahao | BLOG - Cabelo roxo com Manic Panic

Passei metade do ano com o cabelo roxo, e depois de todo esse tempo finalmente terminei esse post! hahah. Não é nada muito empolgante, mas gosto de registrar essas grandes mudanças capilares com mais detalhes, seja para referência futura ou até para ajudar alguém.

Até maio, estava pintando o cabelo de turquesa com a Crazy Color “Peacock Blue”, um tom incrível que fixou muito bem nos fios, mas já estava cansadinha da cor e fazia meses que queria tentar roxo. Aproveitei a vontade para testar a Manic Panic, uma das marcas de tintas fantasia mais famosas. Escolhi a “Purple Haze” (comprei pela Amazon), esperei o turquesa desbotar e fiz um teste de mecha para ter certeza que o roxo ia pegar bem e não ia ficar alguma cor esquisita.

Paula Abrahao | BLOG - Cabelo roxo com Manic Panic

Fiquei tão apaixonada pelo roxinho aparecendo entre o turquesa que quase pintei só metade do cabelo, mas segui com o plano original e passei a tinta em tudo mesmo. E que marca mais maravilhosa essa Manic Panic! Como as tintas fantasia são usadas puras (geralmente), sem necessidade de misturar com água oxigenada, elas são muito mais gentis para a estrutura capilar. Muitas marcas renomadas ainda adicionam agentes condicionantes na formulação, então além de tingir o cabelo (previamente descolorido, claro) elas também hidratam.

Deixei agindo por 2h para a coloração penetrar bem nos fios, tanto que a água saiu quase limpa quando fui lavar. Como meu cabelo estava imenso na época, o potinho pequeno da MP rendeu só para a parte de cima, então na de baixo eu usei uma Keraton Hard Colors (cor Ultra Violet) que tinha em casa.

O resultado final foi esse roxo com fundo magenta maravilhoso, e um mais puxado pro azul embaixo (onde usei a Keraton). <3

Paula Abrahao | BLOG - Cabelo roxo com Manic Panic

Paula Abrahao | BLOG - Cabelo roxo com Manic Panic

Paula Abrahao | BLOG - Cabelo roxo com Manic Panic

Cobriu muito melhor do que eu imaginei, mas durante todos esses meses meu cabelo sempre desbotava pro turquesa. Bizarro como ficou impregnado, né? Depois da Manic Panic usei bastante a Directions e intercalava com a Crazy Color, nas cores Violet e Hot Purple, respectivamente. Já vi muita gente falando mal de Crazy Color, porém sempre tive uma experiência ótima com os tons que usei.

Paula Abrahao | BLOG - Cabelo roxo com Manic Panic

Roxo beeem desbotado e turquesa aparecendo | foto por Marcela Xavier – marcelaxavier.net

Depois de quase um ano com cabelo colorido, resolvi voltar pro castanho – mas deixei a metade de baixo roxa para não sentir saudade! hahah. A ideia é voltar pro turquesa em breve, uma coisa meio Kylie Jenner. Fazer esse post até me deixou com saudade do roxinho, ai ai.

Já usaram alguma dessas marcas de tintas fantasia? Infelizmente eu não sei onde consegui-las no Brasil, mas acredito que na Galeria do Rock ou lojas online dê para encontrar. Caso tenham alguma dúvida sobre o processo de coloração, deixem aí nos comentários que eu tento ajudar. ;)