Posts sobre Diariamente

15 Coisas para fazer em 2015

Entra ano e sai ano, e eu nunca faço uma lista de objetivos ou coisas que eu gostaria de fazer de diferente. No fundo, acredito que não me abalo mais tanto com essa falsa sensação de recomeço que um novo ano traz (a real é que a gente pode recomeçar a qualquer momento, né?), mas é bom mudar às vezes.

Não classificaria essas 15 coisas como metas, mas sim como alguns lembretes e inspirações para reler ao longo de 2015 e tentar cumprir. Algumas delas são até pratos que eu gostaria de quebrar esse ano, pra nunca mais ver na vida.

BreakPlates

1. Não ter medo de errar (especialmente falando holandês) √ em progresso!
2. Ler pelo menos 1 livro por mês
3. Listar os filmes que ainda preciso ver, e assisti-los de uma vez por todas √ em progresso!
4. Espantar o sedentarismo e começar a caminhar
5. Gravar os vídeos e vlogs sobre Amsterdam que tenho planejados há meses
6. Ser menos ansiosa antes e durante socializações
7. Conhecer mais as cidades e países vizinhos
8. Divulgar melhor meu trabalho como cat sitter em Amsterdam
9. Me inscrever em uma aula de pole dance
10. Viajar mais e com menos recursos
11. Visitar os lugares do meu pote de ideias (mais sobre isso em breve!)
13. Fotografar mais (e melhor, e também com a analógica)
14. Ser mais paciente com os outros e principalmente comigo mesma
15. Aprender bordado e ponto-cruz √ em progresso!

Quais são as coisas que você gostaria de fazer esse ano? Quero saber! :)

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Faça parte do grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

DoisMeow&14 em Imagens

Cheguei atrasada para a retrospectiva, mas 2014 merece um revival mesmo que seja mais de uma semana depois. Esse post era pra ter saído nos primeiros dias do ano, mas o Jamie, meu gatinho gordo delícia, ficou doente sexta-feira passada e precisou passar por uma operação no domingo. Fiquei tão apreensiva e chateada que nem tive energia para rever as fotos antigas. Agora já está tudo se ajeitando, ele está se recuperando em casa e cá estou fazendo retrospectiva (e se reclamar faço duas).

Apelei para o Instagram e para as pastas de fotos antigas para recordar algumas das memórias mais doces desses trezentos e sessenta dias de aventuras como expatriada.

Janeiro

Meu primeiro mês em Amsterdam, estava deslumbrada e empolgada com tudo, apesar do frio e chuva constantes na cidade. #Lawrencing tomou conta da internet depois do vestido de J.Law no Golden Globes, e minha foto acabou compilada em alguns sites sobre o meme (sim, vergonha! hahah). Teve também cabelo turquesa pela primeira vez. #sdds

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Fevereiro

Os dias escuros e gelados começaram a fazer seu efeito, mas eu continuava encantada com tudo. Comecei o curso ultra básico e gratuito de holandês, fui para a praia artificial de Amsterdam pela primeira vez, visitei o abrigo de gatos em um barco e conheci alguns lugares que se tornaram meus favoritos logo de cara (como o Blue Café e Winkel 43).

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

 Março

Mês maravilhoso que teve show da Anneke van Giersbergen, minha cantora holandesa favorita. Pela primeira vez na vida consegui tirar fotos lindas em um show (obrigada lente 50mm e marido, que sempre me ajuda e incentiva a fotografar melhor), e elas ainda foram vistas pela Anneke. Meu coração enche de amor só de lembrar disso. ❤

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Abril

Dias mais quentes e floridos com a chegada da primavera. Visitamos o famoso jardim Keukenhof e teve a melhor festa de rua do universo: Koningsdag (Dia do Rei). Vai todo mundo pra rua, vestido de laranja, comemorar o aniversário do Rei Willem-Alexander, vender arte e bugigangas nas calçadas, cantar, dançar, os canais enchem de barcos… já estou ansiosa esperando pela celebração desse ano.

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Maio

Assistimos dois shows fodas em Maio: Epica e Nine Inch Nails. Viajamos até Tilburg, uma cidade quase lá Bélgica, para ver o show de lançamento do álbum mais recente do Epica, e alguns dias depois do show teve Meet&Greet com os integrantes em uma loja de discos pertinho de casa. O do NIИ foi em Amsterdam mesmo, no Heineken Music Hall, e foi um dos mais incríveis que já assisti. A produção deles é impecável, o som estava perfeito e o Trent Reznor dispensa qualquer comentário. Para encerrar o mês, surgiu uma viagem inesperada para Moscou. Nunca imaginei que fosse conhecer a Rússia tão rápido assim! Ah, e foi o mês em que decidi pintar o cabelo de roxo. :3

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Junho

Teve Copa do Mundo sim, e teve muita. Foi engraçado ver os holandeses, super apaixonados por futebol, vibrando com as vitórias da seleção – e tirando sarro de si mesmos na derrota também. Junho foi o mês que perdi o casamento de um casal de amigos muito querido (maldita Copa e passagens caríssimas), onde eu e o Shi seríamos madrinha/padrinho, e pela primeira vez caiu a ficha de que vamos perder cada vez mais momentos assim, infelizmente. Os noivos fizeram nossas versões em bonequinhos de feltro e entramos na igreja junto com os outros padrinhos e madrinhas, além de acompanhar um pouco da festa por Skype. Chorei toda minha cota de lágrimas do ano inteiro nesse dia, sem a menor brincadeira. [foto do casamento por Gui Caielli]

Julho

Pela primeira vez na vida inteira eu amei um verão. Escurece só depois das 22h e a cidade muda completamente, bem diz a música (“no verão uma assanhada, no inverno uma virgem”). Está todo mundo feliz pedalando em suas bikes para todos os cantos, fazendo picnics nos parques e à beira dos canais, passeando de barco, gargalhando, tomando sol na praia e nos deques… ai ai, saudade imensa do verão em Amsterdam. Teve também show da Bianca Del Rio, ganhadora da sexta temporada de RuPaul’s Drag Race, e Lord of the Rings in Concert. ❤

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Agosto

Foi mês de parada gay na cidade, e o tempo levemente chuvoso do dia não impediu em nada a festa. O finalzinho do verão trouxe dias lindos de temperatura amena, aproveitei muito pra explorar partes de Amsterdam que ainda não conhecia bem. Rolou o BlogDay e eu transbordei de alegria com todas as recomendações e visitas que recebi aqui. Nunca vou cansar de agradecer a vocês pelos comentários e pela companhia. Obrigada! ❤

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Setembro

Sem dúvidas o mês mais cheio do ano inteiro! Amigos muito queridos vieram nos visitar nas três primeiras semanas do mês, e na última nós tivemos a oportunidade de voltar para São Paulo e matar as saudades de nossas pessoas e lugares favoritos – e dessa vez consegui estar presente para o casamento de uma das minhas melhores amigas, yay!

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Outubro

O outono trouxe os dias mais lindos que eu já vi, com direito a folhas amarelas e avermelhadas caídas aos montes pelas calçadas, e entardeceres espetaculares, com céu que parecia de pintura. Teve mais visitas queridas, mais passeios, mini curso de fotografia e feira/parquinho na Dam Square!

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Novembro

Em uma palavra só? Show de 25 anos do The Gathering. Também assistimos outros shows e contei tudo aqui, olha só. Rolou também exposição com as nossas fotos favoritas tiradas durante o curso de fotografia que fiz em Outubro. Nunca imaginei que algum dia uma foto minha estaria exposta em um espaço público, foi uma sensação muito boa. :)

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Dezembro

Viajamos para Colônia, trabalhei bastante como catsitter e passamos nosso primeiro natal por aqui, com direito a árvore natural trazida para casa na bike – um belo desafio! No dia 25 nos juntamos com outros brasileiros amigos e fizemos uma “ceia colaborativa” onde cada um levou um prato, foi uma delícia. No ano novo pedimos sushi em casa e perto da meia-noite fomos andando até as docas para ver a queima oficial de fogos com alguns amigos. Abrimos espumante no meio da rua, desejamos Gelukkig Nieuwjaar para desconhecidos e voltamos para casa com um sorriso no rosto e a sensação de termos superado um ano cheio de acontecimentos e emoções.

Paula Abrahao | BLOG - 2Meow&14 em Imagens

Obviamente que não foi tudo flores em 2014. Tive muitas dúvidas, medos, tristezas e fases complicadas, mas eu gosto de filtrar e expor apenas o lado positivo. Não porque eu queira passar a visão de “omg minha vida é perfeita”, porém urubus adoram coisa podre e eu não quero alimentar mais essa negatividade nem compartilhar esses detalhes sem discriminação. Meus problemas são apenas meus, e se não compartilho nem todas as felicidades da vida, porque compartilharia as coisas ruins também, né? Já tem muita gente negativa nesse mundo, eu não quero ser uma delas.

Mesmo com os perrengues, foi um ano único e incrível. Conheci muita gente de todos os lugares do mundo (e muitos brasileiros também!), aprendi *um pouco* um novo idioma, elevei mais ainda minhas habilidades de me virar sozinha e consegui manejar minha introversão em meio as novidades. Que 2015 seja gentil para todos nós e traga muitas energias boas.

Feliz ano novo, polvos! \o/

You are a tourist

Tanta coisa passou pela minha cabeça nesse 25/12 que eu nem sei o que dizer apenas sentir. Há um ano cheguei em Amsterdam, passei meu primeiro aniversário (e Natal) longe da minha família, amigos e tudo o que eu conheço, e estava dando início a uma aventura que sempre sonhei, mas não imaginei que realmente se tornaria verdade.

Sempre me sinto levemente abatida alguns dias antes do meu aniversário, e dessa vez o sentimento foi amplificado pelas lembranças de tudo o que passamos no último ano. Eu poderia fazer um post imenso falando sobre todas as coisas que aprendi, especialmente sobre mim mesma, mas vou guardar essas memórias para mim no momento.

No fim, tudo se resume a um refrão de música.

“And if you feel just like a tourist in the city you were born
Then it’s time to go and define your destination
with so many different places to call home”

Paula Abrahão | BLOG - You are a tourist

So many things have crossed my mind in this Dec 25th that I wouldn’t be able to explain even if I tried really hard. A year ago I’ve arrived in Amsterdam, spent my first birthday (and christmas) far away from my family, friends and everything I knew, and I was beginning a new adventure I’ve always dreamed of – but never thought would come true.

I always feel a bit under the weather near my birthday but this time the feeling was way deeper, amplified by the memories of everything we’ve been through this past year. I could write an essay about all the things I have learned, specially about myself, but it’s best to keep those considerations to myself at the moment, I think.

After all, everything can be summoned up in a song chorus.

Crumble de ameixa com amêndoas

Descobrimos há algum tempo um serviço legal de delivery de comida orgânica chamado HelloFresh, e assinamos por pouco mais de um mês para experimentar.

A parte mais interessante é o fato de poder escolher pacotes com três ou cinco pratos, e eles mandam um livrinho de receitas utilizando todos os ingredientes que você vai receber em sua caixa – e vem tanto legumes/verduras quanto carne, macarrão, bulgur (triguilho), temperos e afins. Além da comodidade, o serviço nos fez conhecer alguns alimentos que nem fazíamos ideia que existiam, e também nos deu muitas novas opções de refeições. Como as instruções são todas em holandês, eu ainda pude praticar o idioma e aprender muitos verbos, expressões e palavras novas. Win/win! :D

Em uma dessas caixas maravilhosas veio essa receita que parece intimidadora, mas na verdade é bem fácil de preparar. Gostei tanto que até tirei foto pra compartilhar no blog, hahah. As ameixas estavam um pouco amargas, mas ainda assim ficou uma delícia. É só questão de provar durante o preparo e adicionar um pouco mais de açúcar para compensar uma fruta que não esteja 100% suculenta.

Se você experimentar, não esqueça de voltar aqui e me falar o que achou, okay? :)

Paula Abrahão | BLOG - Crumble de Ameixa com Amêndoas

Ingredientes:
4 a 5 ameixas
1/2 laranja
3 col. (sopa) de açúcar mascavo
8g de açúcar baunilhado
1/2 col. (chá) de canela
50g de farinha de amêndoas
3 col. (sopa) de manteiga
75g de farinha fermentada
1 pitada de sal

Preparo:
Pré aqueça o forno a 200 graus. Corte as ameixas em pedaços não muito pequenos e reserve. Lave a laranja, raspe a casca (sem chegar na parte branca) e reserve, e esprema o suco. Em uma panela pequena, misture as ameixas cortadas com o suco de meia laranja, uma colher de chá de raspas de laranja, 1 colher de sopa de açúcar mascavo, açúcar baunilhado e canela. Leve ao fogo médio-baixo e vá mexendo até começar a borbulhar, então tampe a panela e deixe reduzir por 10 minutos. Passado esse tempo, remova a tampa e deixe mais 2 minutos cozinhando em fogo alto.

Enquanto isso, misture a farinha de amêndoas com a manteiga, o restante do açúcar mascavo, a farinha fermentada e sal. Com as mãos, sove até obter uma mistura que esfarele facilmente. Unte dois ramequins com um pouco de manteiga e divida as ameixas preparadas entre eles. Cubra com o crumble de farinha de amêndoas e leve ao forno por cerca de 25 minutos, ou até que o crumble esteja dourado.

Espere esfriar um pouco e sirva puro ou com uma colher de iogurte, sorvete ou chantilly. Eu decorei com cerejas, então também é uma opção. ;)

Obs.: usei ramequins por não ter potes de vidro resistentes ao calor do forno (tipo Mason Jars, sabe?), mas se você tiver um desses, melhor ainda. A apresentação fica linda.

This is Halloween

Ou uma ode às abóboras. Não consigo lembrar quando essa fascinação pelo Halloween começou, mas todo ano eu espero ansiosa pela chegada de outubro para poder enlouquecer vendo fotos de decorações, fantasias, maquiagens e tudo relacionado à data.

Infelizmente (para mim), em Amsterdam a festa não é tão celebrada quanto nos EUA e Reino Unido. Acabei me contentando em comprar mini abóboras no mercado e algumas decorações para não passar batido. Encontrei pouquíssimas lojas enfeitadas, mas vim compartilhar alguns dos meus singelos enfeites, fotos relacionadas e uma playlist temática só com músicas clássicas ~darktude (para Spotify).

A data pode até já ter passado, mas para os ~góticos suaves~ todo dia é Halloween! ;P

Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween

Enfeitinhos e carimbo pra biscoitos :3

Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween

Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween

Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween

Mini abóboras, laranjas secas e canela pra decorar a sala de casa

Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween

Paula Abrahao |BLOG - This is Halloween

Manda mais abóbora que tá pouco!

Curiosidade inútil: minha palavra favorita em holandês é abóbora, e se fala “pompoen” (algo como “pumpum”).

Russian?

Sempre tive curiosidade de saber como os estrangeiros ouvem o Português, se soa tão absurdo como, sei lá, Alemão ou Holandês para a gente. Já tinha ouvido falar algumas vezes que eles acham parecido com o Russo, só que mais cantado. Pensei ~num pode seeee~ não tem nada a ver  um idioma com o outro.

Fui surpreendida no meio da rua esses dias, enquanto conversava animadamente com outra brasileira. Passa uma senhorinha sorridente, olha pra minha cara e pergunta:

– Russian?
– Ahm, sorry?
– Are you Russian?
– No, Brazilian!
– Oh okay, bye! *e vai embora sorrindo*

Quem diria, aparentemente Português parece mesmo com Russo.

Paula Abrahão | BLOG - Comrade

Comrade, let us have a deal – clean your table after meal!

//

I have always wondered how the Portuguese language sounds to foreigners, if it seems so weird to them as German or Dutch seems to us. A few times I’ve been told that people usually find it similar to Russian, but more musical. I thought “no freaking way”, they’re nothing alike, how can this be?

So the craziest thing happened the other day, while I cheerfully talked to a Brazilian colleague on the street. A smiling old lady goes by, looks right at me and asks:

– Russian?
– Ahm, sorry?
– Are you Russian?
– No, Brazilian!
– Oh okay, bye! *and walks away, still smiling*

Who knew, apparently Portuguese does really sound like Russian.

Tag: Know your blogger

Já tinha visto vários blogs respondendo essa tag, e semana passada a Taís me marcou para participar também. A ideia é contar onze fatos sobre mim, responder onze perguntas feitas pela Taís, criar outras onze perguntas para onze blogs que eu devo indicar. Challenge accepted! :D

Vou manter  o mais curto possível para vocês não se entediarem, prometo. :P

» Fatos sobre mim

1. Com exceção de 5, detesto números ímpares
2. Tenho 1.78m e sou a pessoa mais baixa da minha família
3. Sou uma pessoa introvertida e prefiro o silêncio da minha casa a lugares muito movimentados ou eventos sociais. Conhecer pessoas novas pode até ser divertido, mas me dá uma certa ansiedade.
4. Apelo para humor sempre que possível, e não me levo tão a sério.
5. A única pessoa com quem eu consigo interagir por 24h sem me irritar é meu marido. True story. :~
6. Amo doces. Provavelmente fui uma barra de chocolate no passado.
7. Sou desastrada e descoordenada
8. Já tive coelhos, cachorros, peixes, tartarugas, pássaros…
9. Não sei fazer contas “de cabeça” e desde pequena sou uma lástima em matemática
10. Tenho dificuldade em sair da minha zona de conforto quando o assunto é roupa
11. Amo gatos, mas isso vocês já sabem, né? hahah. Desde pequena tive cachorros (e continuo amando), mas me encontrei na personalidade dos felinos. <3

» Perguntas da Taís

1. Qual foi a melhor coisa que te aconteceu este ano?
Receber a notícia que a doença da Lexie entrou em remissão :)

2. Uma foto que transmita o que você está sentindo agora.
Serve um gif?

3. Um lugar na sua cidade que todo mundo deveria conhecer.
Winkel 43, o café que tem a melhor torta de maçã do universo. São mais de 100 tortas inteiras vendidas por dia (sim, eu perguntei :~), isso diz muita coisa, né?

4. Um presente que você gostaria de ganhar no natal.
Uma passagem para a Noruega ou para o Japão. Serve um Clarisonic Mia também! *Papai Noel, você está por aí?*

5. Qual música você colocaria na trilha sonora da sua vida?
Qualquer uma de Florence + The Machine ❤

6. Qual foi a viagem mais marcante que você fez e por que?
Washington DC, pois marcou a primeira viagem que fiz com o Shi e o começo de uma vida que eu sempre quis ter. :)

7. Uma lembrança especial da sua infância.
Minha avó materna ouvindo Nelson Gonçalves na vitrola da sala enquanto fritava batatas para eu comer no almoço.

8. Uma meta para o próximo ano.
Conseguir conversar em holandês – com um holandês, não com meus colegas de aula. xD

9. Qual seria o trabalho dos sonhos pra você?
Ser catsitter o tempo inteiro, ou cuidar de pandas. <3

10. Se pudesse ser fluente em alguma língua, qual você escolheria?
Gaélico (irlandês ou escocês, tanto faz), só porque acho lindo e mágico. Gaulês também tá valendo. Basicamente línguas célticas! hahah

11. Uma coisa que você faz muito bem e que poderia ensinar pra alguém.
Bolo de banana com chocolate. :D

» Minhas 11 perguntas: 01. Qual é sua estação favorita no ano? 02. Se sua vida fosse um seriado, qual seria e por que? 03. Qual é sua frase favorita? 04. Você ganhou passagem e hospedagem grátis: para qual lugar do mundo você viajaria? 05. O que você faz pra matar o tédio? 06. Qual foi o melhor conselho que já te deram? 07.  Último filme e/ou seriado que você viu. Gostou? 08. O que te inspira? 09. Mostre sua foto favorita (tirada por você) 10. Um sonho realizado 11. De que você sente falta?

» Os 11 blogs indicados: Babs (Babee), Paulo (Monsterbox), Loma (Sernaiotto), Renata (Mulher Vitrola), Lya (The Supernova), Ana (Ana Carô), Ana Paula (Colorida Vida), Rani (Hey Rani), Tess (MAMsterdam), Chell (Chocottone), Celle (Cerise n’ Pepper).

Setembro em imagens

Olar, você vem sempre aqui? Espero que sim, mas caso não venha, acomode-se, por favor. #NobobyAskedYouPatrice, mas achei prudente avisar que sumi um pouquinho nas últimas semanas por motivos de: amigos visitando Amsterdam e trazendo dias agitados. Fiz todos os passeios de turista possíveis, então mal consegui sentar para terminar aquelas dezenas de posts em rascunho que eu tenho. D:

Além do tempo dedicado às visitas, participei também de um workshop de fotografia chamado “How to take better images”, ministrado pela arquiteta e fotógrafa grega Sofia Garefi [clica aí no nome dela pra visitar o portfolio, ela fotografa lindamente].

Foi super iniciante e abordou conceitos básicos que eu até já conhecia, mas é totalmente diferente aprender com uma pessoa te ajudando a desenvolver melhor o olhar fotográfico. Mesmo sendo só um workshop, já consegui perceber uma melhora significativa nas minhas fotos e fiquei muito empolgada com isso.

Aproveitando essa empolgação, vim compartilhar algumas dessas imagens que tirei para as aulas e outras aleatoriedades que aconteceram nesses dias cheios. Coisas bonitas nunca são demais, né? (ao menos eu espero que estejam bonitas, hehe!)

Paula Abrahão |BLOG - Setembro em imagens

Uma das minhas fotos favoritas que tirei durante o workshop, o assignment era capturar o cotidiano de nosso bairro em 2 até 4 fotos. Fiquei extremamente feliz com o resultado dessa tarefa, especialmente considerando que tive só 1h para me dedicar a ela.

Paula Abrahão |BLOG - Setembro em imagens

Outono dentro do Rijksmuseum e nas folhas amareladas do Vondelpark. Foram as últimas vezes que consegui usar Vans e sapatilha, agora só dá pra usar bota.

Paula Abrahão |BLOG - Setembro em imagens

Amsterdam realmente nos ama. <3 Alguém adivinha em qual lugar essas fotos foram tiradas? Já teve um post dedicado só pra ele aqui no blog. :)

Paula Abrahão |BLOG - Setembro em imagens

Aproveitando as visitas em casa, fomos para Muiden ver o castelo Muiderslot, o mais famoso da Holanda. Ele é pequenino, mas muito charmoso. O dia estava delicioso, quentinho na medida e com céu aberto. Tiramos váááárias fotos lá, depois volto pra mostrar em detalhes.

Paula Abrahão |BLOG - Setembro em imagens

Ai, São Paulo. Voltamos na última semana do mês para uma visita rápida e foi bizarramente normal, parecia que eu não via meus familiares e amigos há só dois ou três meses. Ao mesmo tempo, várias pequenas coisas me incomodaram demais [barulho e poluição, principalmente], e a cidade me pareceu muito estranha. A viagem foi curta, mas foi boa. Comi em quase todos os lugares que estava com saudade e consegui ver muita gente, apesar de ainda ter faltado pessoas queridas pra ver. Acho que sempre vai faltar, né? :/

E o seu Setembro, como foi? :)