As máquinas de Florence

Descobri Florence + The Machine no final de 2010, com o clipe da música Rabbit Heart. A harpa, as batidas crescentes e o estilo ‘Sonho de uma Noite de Verão‘ do clipe me conquistaram imediatamente, e de lá pra cá minha fascinação só foi crescendo.

A “banda” é liderada por Florence Welch, uma inglesa altona e ruiva de (quase) 25 anos que se influenciou muito em Beirut e Arcade Fire para compor seu primeiro álbum, Lungs. O que me encantou no som de Florence foi a cadência das músicas, a maneira como elas começam suaves e vão crescendo até as batidas tomarem conta, além da interpretação ao vivo que é, digamos, bem peculiar. Ela não é lá a melhor cantora ao vivo, mas transmite tanta energia e diversão no palco que é impossível não ver seus vídeos com um sorriso besta no rosto, pensando “caramba, dá pra ver que ela ama estar ali“. Geralmente nas apresentações para televisão ela é mais contida e enigmática… mas ao vivo mesmo é um show à parte.

Disse “banda” no parágrafo anterior pois na verdade ela é uma artista solo acompanhada por um grupo de músicos (The Machine), então não é necessariamente uma banda, e sim uma mera estilização do nome dela. Em todo caso, separei algumas músicas favoritas para mostrar pra quem ainda não conhece. Espero que vocês gostem! :)