Posts sobre Diariamente

[6 on 6] Juli

Retorna a eterna sumida, após meses, para mais uma edição do Projeto 6 on 6. Acho que já deu para perceber que tem sido ínfima a minha vontade de publicar qualquer conteúdo pessoal online, né? No último ano, frequentemente me encontro na indecisão entre querer compartilhar experiências e um sentimento profundo de resguardo. Contudo, estou no meu décimo sétimo ano nessa indústria vital da interwebz compartilhando coisas que ninguém me perguntou, então preciso manter uma certa presença. Tenho que manter esse meu pedaço de terra virtual atualizado periodicamente, né. :P

Nem acredito que já passamos da metade de mais um ano, realmente o tempo parece voar conforme envelhecemos. Os últimos meses trouxeram muitos momentos de tumulto, mas também tiveram sua dose de doçura. A primeira lembrança boa que tenho dos últimos é minha primeira passagem pela Irlanda, onde eu finalmente conheci a Taís pessoalmente! Ela é ainda mais amor pessoalmente e nos levou pra passear por Dublin, mostrando partes icônicas e seus pedacinhos favoritos da cidade. A Irlanda é um dos países que eu sempre quis conhecer, então já fui sabendo que só uns dias não seriam nem de perto suficientes para eu ver tudo o que queria.

Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Taís em Dublin
Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Dublin

Também nesse hiatus dos últimos meses, fizemos uma reforma na cozinha e quase tudo que poderia ter dado errado, deu. Levou mais de mês de broncas, perplexidade, muito stress e sumiços de prestadores de serviços até conseguirmos completar tudo, mas deu, acabou e a cozinha está incrível. Essa reforma era uma das coisas que eu mais esperava fazer na casa, mas ao ver o ambiente vazio, com as paredes quebradas e canos expostos, tive uma sensação curiosa. Certas mudanças, mesmo quando pensadas, me trazem uma certa nostalgia e dão uma balançada nos meus sentimentos. Tive um momento de inspiração com o cenário caótico (e com a música Boxes da Eivør) para tentar umas fotos diferentes, que carinhosamente nomeei de ‘Familiar Ghosts’.

Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Familiar Ghosts

“I have put little things into boxes, and the ghosts in the corners are lonely”

Falando em música, o mês de junho foi maravilhoso no quesito shows e momentos inesquecíveis! O primeiro deles foi justamente o dessa cantora faroesa tão mágica: Eivør Pálsdóttir. Um dos shows mais incríveis que já vi, a voz dela é surreal de envolvente e poderosa, ainda mais encantadora ao vivo do que nos álbuns. Se vocês ainda não ouviram, recomendo muito. Tipo, pare de ler isso agora mesmo, abra uma aba no YouTube e procure as músicas dela (já ajudei com o link ali em cima, inclusive).

Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Eivor

Em seguida veio o show do Linkin Park, que agora é tão agridoce pra mim.Eles foram a primeira banda que eu assisti ao vivo na minha vida, lá em 2004. Há 13 anos eu estava vendo Linkin Park acompanhada de amigos e do cara que viria a ser meu marido. Além disso, muitas pessoas queridas com as quais tenho contato hoje em dia também estavam lá. Eu era apaixonada pela banda no começo dos anos 2000, mas de uns cinco anos pra cá não acompanhei tanto os lançamentos. Foi muito especial vê-los na companhia de amigos queridos mais uma vez; todos os meus sentimentos de fan girl voltaram forte depois do show. E… exatamente um mês após essa memória tão especial, meus messengers começaram a pipocar com notícias do suicídio de Chester Bennington. Eu nunca achei que ficaria tão triste e abalada assim pelo falecimento de uma celebridade, mas essa bateu muito forte e ainda me deixa triste de lembrar, sinceramente. A foto de celular tá bosta, mas fica a lembrança (e o nó na minha garganta).

Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Linkin Park

A notícia chegou na noite anterior das nossas micro-férias para Mallorca, então engoli a tristeza e tentei esquecer um pouco da vida nos dias seguintes. Felizmente, foi fácil fugir da realidade por alguns dias com a ajuda do calor, da água cristalina e com os muitos drinks maravilhosos do hotel. Não sou muito de praia, mas tenho sonhado em voltar pra Mallorca todos os dias desde que chegamos em casa – esse é o nível de maravilhosidade da coisa. Fiquei surpresa com a beleza de lá e estou determinada a voltar para as Ilhas Baleares e descobrir mais desses pedacinhos de terra paradisíacos.

Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Mallorca

Para encerrar, uma foto de brinde dessa bebê cabra simpática que vimos na fazenda Geitenboerderij Ridammerhoeve (SAÚDE!), dentro do bosque Amsterdamse Bos em Amsterdam. Não tem como resistir a essa carinha de quem estava desesperada por uns tufos de alfafa – e comendo as alças da minha bolsa ou os cadarços do meu tênis a cada oportunidade que tinha. E um OLAR pra Rayana, que foi quem me deu “uns chega” pra voltar a postar. <3

Paula Abrahão | BLOG - Projeto 6 on 6 - Geitenboerderij

Taís (Irlanda) | Lolla (Inglaterra) | Alê (Ucrânia) | Ana (Alemanha)

SaveSave

[6 on 6] Maart

Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017

Fatos reais: quem faz binge watching no Netflix, perde o dia certo das publicações do Projeto 6 on 6. Pulei os últimos dois meses e cheguei atrasada para mostrar o terceiro, mas dizem que a intenção é o que vale. :P

Março (Maart, em holandês) foi intenso. Fiz minha primeira viagem à trabalho, para Nova York, com praticamente o time inteiro. Estava numa ansiedade incomparável antes de viajar; fiquei doente antes, durante e depois, mas deu tudo certo e foi incrível. Foi minha segunda viagem para Nova York e o coração bateu forte do mesmo jeito, a energia dessa cidade é uma coisa indescritível. Nem a nevasca Stella –que resolveu aparecer no último dia e cancelar nosso voo, conseguiu estragar.

As primeiras quatro fotos são das nevinhas que vimos em Amsterdam entre janeiro e fevereiro. Esse lago imenso da primeira foto congelou completamente por alguns dias no finalzinho de janeiro e todo mundo foi aproveitar pra patinar e andar por ele. Não que a prefeitura tenha recomendado isso… mas a gente estava lá de qualquer forma. Disclaimer: os bonecos de neve simpáticos não são meus. Nunca tinha feito um boneco de neve antes e minha primeira tentativa ficou horrenda, nem tive coragem de tirar foto de tão feio que ficou. Esses foram feitos por algum vizinho claramente mais experiente nessa arte milenar.

Já a última foto é de semana passada, quando fui dar uma olhada nas cerejeiras florescendo no Westerpark. A essa altura, todas as flores já devem estar caídas no chão. Fiquei olhando esse periquito beliscando as flores em uma das árvores por alguns minutos antes de resolver tirar uma foto – e CLARO que ele saiu voando bem na hora, mas acho que gostei mais da foto ‘inesperada’ do que se tivesse fotografado ele paradinho nos galhos. Saiu voando com um raminho de sakuras pra fazer um ninho… achei fofo.

Outras águas de março:
Taís (Irlanda), Lolla (Inglaterra), Alê (Ucrânia), Ana (Alemanha)

Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017 Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017 Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017 Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017 Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017 Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Maart 2017

[6 on 6] December

Hora de assoprar o pó do teclado: não basta só aparecer uma vez ao mês, ainda chego atrasada! Não tenho mais desculpas pra dar pelos constantes sumiços, apenas aquele shrug de ‘a vida acontece’ e eu parei de me preocupar com isso. ¯\_(ツ)_/¯

Porém aqui estou para mostrar um pouquinho do último mês de 2016. Mais uma vez, eu juro: o título está em holandês, hahah. Depois as pessoas ficam confusas quando falo que holandês é uma mistura de inglês, alemão e francês – o Projeto 6 on 6 está provando isso mês a mês.

Dezembro me traz sentimentos diversos. Gostava muito da expectativa pelo Natal quando era pequena, mas em algum momento ao longo da pré-adolescência o sentimento bom se perdeu e sobrou apenas um toque de amargura pela data – faço aniversário no dia de Natal, imaginem como é divertido passar a vida inteira sem poder dar uma festa no seu aniversário. Jesus stole my birthday. Nos últimos anos, principalmente depois de mudar para o hemisfério norte, a data começou a fazer um pouco mais de sentido pra mim.

Quando a escuridão e o frio tomam conta dos dias cada vez mais rápido, a expectativa de decorar a casa com luzinhas bonitas e acender velas faz toda a diferença. É realmente um sopro de vida no meio da decadência que o inverno traz. Esse ano, pela primeira vez, recebemos meus sogros em casa e foi muito gostoso preparar a casa e pensar nos detalhezinhos da ceia. Aproveitamos a visita deles para visitar as feirinhas de Natal em Düsseldorf e também levamos eles para conhecer Londres.

E 2016, esse ano louco e cheio de surpresas, se encerrou da melhor maneira possível: entre amigos, espumante e comidinhas gostosas. Se 2017 for tão intenso e surpreendente quanto o ano que passou, não tenho do que reclamar.

Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: December Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: December Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: December Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: December Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: December Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: December

Outros dezembros:
Taís (Irlanda), Lolla (Inglaterra), Alê (Ucrânia), Ana (Alemanha)

[6 on 6] November

Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: November

Já que é para aparecer só uma vez por mês no blog com o Projeto 6 on 6, pelo menos vamos fazer algo com mais carinho, né? Comentei no post anterior que outubro é um mês especial para mim, e dessa vez ele deixou para trás algumas inspirações antigas e vontades que estavam adormecidas. As seis fotos de November (que parece inglês, mas juro que está em holandês!) nasceram desse reencontro com minhas referências de quinze anos atrás e foram inspiradas na maravilhosa revista Sabat Magazine – que, inclusive, abre e fecha as fotos do projeto. A capa é da marca canadense Nuit.

☾ be the goth queen you wanted to be when you were 12 15 ☾

Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: November Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: November Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: November Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: November Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: November

Taís (Irlanda), Lolla (Inglaterra), Alê (Ucrânia), Ana (Alemanha)

[6 on 6] Oktober

Nunca vi um mês pra ser tão amado ao redor do mundo quanto outubro. Talvez perca pra dezembro e pro Natal, mas ele sempre será o meu mês favorito no ano – especialmente agora, podendo acompanhar as folhas ficando vermelhas e amarelas aos poucos, só para cair alguns dias depois e virar um manto colorido sobre as ruas.

No finalzinho do mês de outubro a fotógrafa brasileira Tyta Montrase veio dar uma voltinha em Amsterdam e um dos lugares que visitamos juntas foi o cemitério Begraafplaats Oost. Outubro é um mês muito místico para mim, então quase todas as fotos que acabei escolhendo (com exceção das duas últimas) foram feitas lá.

Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Oktober
Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Oktober
Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Oktober
Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Oktober
Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Oktober
Paula Abrahao | Projeto 6 on 6: Oktober

Taís (Irlanda), Lolla (Inglaterra), Alê (Ucrânia), Ana (Alemanha)

[6 on 6] September

Nenhuma surpresa eu estar atrasada com os posts do Projeto 6 on 6 ultimamente, então vamos prosseguir e fingir que nada aconteceu, combinado? :D September é escrito igualzinho em holandês e em inglês, mas a pronúncia é levemente diferente. Foi um mês sem muitas novidades, mas com bastante trabalho e amigos visitando Amsterdam. Boa parte das fotos do mês tirei com o celular mesmo, e ainda assim foram poucas as exposições. O que teve no mês, então?

01 & 02. Bath bombs pretas da Bella Muerte Clothing: sim, as famosas hex bombs que têm circulado pela internet nos últimos meses! São ma-ra-vi-lho-sas. Comprei a Black as Your Soul (das fotos), Bathory (vermelho sangue) e Nightmare (roxinha) e adorei todas, o cheiro é delicioso, a água fica muito colorida e realmente não mancha o corpo ou a banheira. Finalmente me sinto como uma gótica adulta! haha
03. Minha estação favorita chegou com dois pés no peito, fazendo cinco graus já logo nas primeiras semanas. Mas olha o pôr do sol que coisa linda, como não amar?
04. Postais fofos que vou enviar para as amigas. O da esquerda veio direto de Vienna, da exposição de Gustav Klimt (tô devendo post sobre essa viagem, eu sei!)
05. Minhas coleção de presentinhos que as amigas deram está crescendo :3
06. Aproveitei a visita de uma amiga e fomos testar o balanço no topo do A’DAM Lookout, o novo prédio em Amsterdam Noord. O balanço fica na beirada do prédio, no 26o andar, e foram os segundos mais empolgantes do meu mês! haha. Não é muito alto, mas já foi alto o suficiente pra dar aquela adrenalina (e medinho)

Paula Abrahao | 6 on 6: September Paula Abrahao | 6 on 6: September Paula Abrahao | 6 on 6: September Paula Abrahao | 6 on 6: September Paula Abrahao | 6 on 6: September Paula Abrahao | 6 on 6: September

Taís (Irlanda), Lolla (Inglaterra), Alê (Ucrânia), Ana (Alemanha)

[6 on 6] Augustus

Fiquei sem postar nos últimos dois meses, mas o Projeto 6 on 6 ainda existe. Nós todas tivemos um meio de ano conturbado e cheio de acontecimentos, mas estamos voltando e com uma proposta nova: ao invés de um tema específico, agora faremos uma espécie de políptico entre nós, fotografando coisas que nos agradaram ao longo do mês. Talvez a gente volte com os temas mais pra frente, mas, por enquanto, vamos tentar dar mais vazão à nossa criatividade. :)

Em agosto teve Europride/Amsterdam Pride, gatinhos e nossa primeira roadtrip pela Europa (München e Itália). Duas das fotos foram tiradas com uma câmera analógica; você consegue identificar quais? Uma delas está fácil, não fui eu quem tirou! :D

Paula Abrahao | 6 on 6 - Augustus Paula Abrahao | 6 on 6 - Augustus Paula Abrahao | 6 on 6 - Augustus Paula Abrahao | 6 on 6 - Augustus Paula Abrahao | 6 on 6 - Augustus Paula Abrahao | 6 on 6 - Augustus

Taís (Irlanda), Lolla (Inglaterra), Alê (Ucrânia), Ana (Alemanha)

Alive and kicking

Paula Abrahao | Moco Museum - Banksy

As desculpinhas são sempre as mesmas, porém não deixam de ser menos verdadeiras por isso. É trabalho, vida social, casa e gatos pra cuidar, problemas pra resolver… só a vida sendo a vida, e as redes sociais deixando de fazer tanto sentido pra mim. Seriam os trinta anos se aproximando e me deixando ainda mais velha ranzinza? O post é curto, mas só pra falar que tô vivona, tô curtindo a vida offline e tô voltando sim (eu acho).

Sempre tenho coisas que gostaria de compartilhar, apesar de às vezes pensar “mas nossa que ninguém vai querer saber disso”. Então aproveito para deixar aqui uma pergunta: o que vocês gostariam de ver/ler aqui? Não vou fazer pesquisa, ain’t nobody got time for that e o negócio aqui é mais pessoal, que vocês já sabem. Então me contem nos comentários o que vocês gostariam de ver mais por aqui. Querem mais post sobre Amsterdam (história, dicas de lugares pra visitar, compras, roteiros)? Mais fotos do cotidiano e da vida na terra do queijo, do peixe e do pão? Gatos? Posso providenciar. Viagens? Tem uns posts pra sair, eles chegarão em breve.

Esse espaço existe, principalmente, para dividir com mais pessoas as coisas legais que vejo por aí, sejam amigos da vida real, familiares (beijos, pai! beijos, sogra!), pessoas queridas que encontrei nesse mundo ou você, que está aí lendo esse post ~secretamente. Ninguém gosta de falar sozinho, né? Inclusive estou aqui escrevendo esse post por causa da Rê Vitrola e de uma leitora fofa, que me enviou um e-mail uns dias atrás. Fico muito feliz em saber que tem gente que se interessa pelas trivialidades que gosto de compartilhar, então, à vocês: meu muitíssimo obrigada. TAMO JUNTO! E tô voltando. <3